quinta-feira, 10 de junho de 2010

Quem muito quer,nada tem


Era por volta das 17:00 quando cheguei do trabalho em casa, como o movimento estava pequeno,Sr.Carlos ,meu chefe, me liberou mais cedo.
Era véspera do dia dos namorados,cheguei em casa felissíssima,a fim de fazer um jantar romântico para meu marido.
Entrei silenciosamente e coloquei as sacolas no balcão da cozinha, para fazer-lhe uma surpresa.Abri a porta,que já esta entre aberta e quem levou a grande surpresa foi eu.
Meu marido na cama com sua secretaria com trajes íntimos.
Confesso que na hora fiquei um pouco paralizada,fixando aquela cena,que me parecia inacreditável.Quando voltei a si, ela já não estava la mais,comecei arruma as minhas malas,e meu marido ao invés dele mesmo sair,ficou implorando para que eu ficasse,para que ao menos a ele escutasse.
De nada quis ouvir ,nem se quer pra ele olhar.
Em poucos minutos,malas prontas,sai simplesmente sem falar absolutamente nada.
Fui para um hotel,e no dia seguinte meu advogado já foi logo preparando os papeis para o divorcio.
Passado alguns dias,quando melhorei do trauma,comecei a sai,restaurantes,teatro,cinema com algumas amigas minhas,poucas,porem verdadeiras.
Ate que um dia conheci um homem,nos aproximamos,começamos a sair juntos,ate ficarmos perdidamente apaixonados e nos casamos.Ele era 4 anos mais velho que eu e era empresário de uma grande empresa multinacional,da qual me levou para visitar um dia.
E por coisa do destino,quem encontro como funcionário dele?Meu ex marido.
Chegando em casa contei toda a historia para ele,e é claro, no dia seguinte o demitiu.
Fiquei sabendo semanas depois que ele voltou a morar com a mãe,desempregado e sem mulher.
É, quem muito quer...nada tem !

2 comentários:

  1. texto mara e o nome já diz tudo,hahahha mara poli.

    ResponderExcluir